Buscar

BRINCAR COM A NATUREZA

- Norma Dias da Silva -


"Brincando com o que se tem ao redor"


O brincar com a natureza contribui de uma maneira bastante significativa no desenvolvimento da criança. Podendo ir além, colaborando não somente em sua primeira infância, mas estendendo-se para a vida. Quais contribuições são essas? Por que faz toda a diferença esse convívio com o meio natural? Em que situações podemos proporcionar esses momentos às crianças? Existem muitas perguntas relacionadas à temática.

O contato com a natureza desperta diversos estímulos, proporcionando criar, recriar, inventar, imaginar, descobrir, sentir, sonhar, dentre outras ações, trazendo benefícios relevantes. O convívio social se fortalece, a sensibilidade permite ir além do que se tem em mãos. O simples graveto, a pequena pedra, a folha seca, o galho torto, o vento forte , a água, a terra entre outros elementos naturais se tornam ricas ferramentas para grandes experimentos.

Segundo o pesquisador Gandhy Piorski, a brincadeira se faz com a vida, e não com produtos comprados. Achei fantástica a afirmação citada, pois, a vivência no dia a dia da criança, o toque com os objetos e elementos naturais permitem muitos aprendizados de valores humanos, oportunizando uma percepção de mundo que está ao redor da criança. “É a criança que brinca imaginando ou é a imaginação que brinca a criança? O questionamento levou G.P a pesquisar a infância e o brincar na natureza.


As pesquisas realizadas, trouxeram muitas reflexões, mas não chegou a uma resposta. Porém, constatou que há quatro elementos da natureza, que são essenciais no desenvolvimento integral da criança. Piorski, afirma que brincar com elementos naturais é uma forma de conhecimento. A água, o fogo, a terra e o ar, são elementos citados em suas pesquisas, onde sinaliza que somos formados por eles. Exemplifica como podem contribuir para o progresso da criança. Piorski acredita que levar para a água crianças que dão muitos tapas, murros ou quebram coisas, pode ajudá-las a fluir, a aprenderem a ser menos abruptas. “E têm os elementos que tonificam.


Quando a criança é muito tímida e introspectiva, o fogo pode ajudá-la”, explica. Neste contexto, realmente podemos entender e destacar a importância da criança em convivência com o meio natural.




BRINCANDO COM ELEMENTOS NATURAIS

TERRA AR FOGO ÁGUA


O pesquisador ainda destaca que brincar com os quatro elementos não há uma divisão quando a criança brinca na natureza, mas dependendo da atividade proposta, um ou outro pode se sobressair.

Também nessa perspectiva não existe uma criança da “água” ou “ar”, mas um indivíduo dotado de imaginação que, em momentos diferentes, anseia por uma vivência maior com um elemento específico, seja para reforçá-lo ou equilibrá-lo dentro de si.

Outra pesquisadora que pode traz contribuições, é Ana Lucia Machado, fundadora do site: educandotudomuda.


A escritora e pesquisadora da infância, também argumenta e afirma que o melhor brinquedo do mundo para a criança é a própria natureza - brinquedo bom, bonito e barato, acessível, ao alcance de todos.

A escritora declara que os centros urbanos, tem tirado de todos nós, o que não tem custo financeiro, a liberdade e a convivência familiar. Machado, convida a todos para um investimento na infância ao ar livre, com menos coisas e mais vivências sensoriais.

Um convite para um resgate do dia a dia mais simples e natural, com mais leveza, escuta e calor humano. Completa ainda que as vivências, explorações, descobertas e brincadeiras ao ar livre, colocam a criança em contato com as forças vitais dos elementos naturais, com ciclos de vida e morte.

As contribuições de Ana Lucia, nos leva a reflexões mais profundas de sentimentos, essências de um ser.

BRINQUEDO CHAMADO NATUREZA

Como fundadora do site EDUCANDOTUDOMUDA, ela convida a todos para refletirem sobre o Poema, bastante significativo.


O menino rico

Nunca tive brinquedos.

Brinco com as conchas do mar

E com a areia da praia;

Brinco com as canoas dos coqueiros

Derrubados pelo vento;

Faço barquinhos de papel!

E minha frota navega

Nas águas da enxurrada;

Brinco com as borboletas nos dias de sol.

E nas noites de lua cheia

Visto-me com os raios de luar.

Na primavera teço coroas de flores perfumadas.

As nuvens do céu são navios, são bichos, são cidades.

Sou o menino mais rico do mundo,

Porque brinco com o Universo,

Porque brinco com o infinito.

(Maria Alceu N. S. Ilnzinger)



O Poema citado só agrega aos argumentos explanados dos autores Piorski e Ana Lúcia, valorizando e incentivando o brincar ao ar livre.


Em meio a tantas construções e brincadeiras tecnológicas cada vez mais intensa, o brincar com a natureza, acaba deixando de ser uma prática no cotidiano das crianças. Mas convido aos leitores deste artigo que saem em busca, ofereçam este bem à seu filho(a). Existe inclusive Projeto que cria área verde em cidades, para o incentivo do brincar na natureza, por ser benéfico.

Pintura e colagem com elementos naturais



Peça para que as crianças escolham algumas folhas, gravetos, pedras e elementos naturais que chamem sua atenção. Disponibilize tintas coloridas, uma folha branca. Em seguida, peça para que desenhem no papel usando os objetos escolhidos. Novas e diferentes formas surgirão de cada elemento.

Outra possibilidade é fazer uma colagem com as folhas e flores coletados. Usando papel, fita adesiva e cola, as crianças podem criar formas e padrões sobrepondo os elementos.

Caça ao tesouro


Em uma praça ou parque, observe um elemento natural e descreva-o para que as crianças tentem encontrá-lo. Adapte a quantidade de detalhes fornecidos de acordo com a idade das crianças. Para os mais novos, pode ser algo mais direto, como “encontre uma flor amarela”. Para os mais velhos, o desafio pode ser maior, como “encontre um elemento que possua formato oval e bordas irregulares”.

Arco-íris natural


Escreva em uma folha as cores do arco-íris: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil (azul escuro) e roxo. Peça para que as crianças encontrem itens na natureza que correspondam a essas cores, e formem seu arco-íris natural. Se na região não houver tanta variedade de cor, proponha que as crianças montem um degradê da cor verde, por exemplo.

Fósseis de plantas


Peça para as crianças formarem pequenos círculos achatados com massinha de modelar (https://www.cleanipedia.com/br/familia/massa-de-modelar-aprenda-a-fazer-a-sua-massinha-em-casa.html). Em seguida, pressionem em cima deles flores, folhas e plantas – ou ainda objetos como pinhas, gravetos e o que mais acharem pelas redondezas.

Diante de tudo que foi sinalizado, posso concluir e reafirmar que a partir do momento que oportunizamos às crianças a chance de convivências e conexões com o meio natural, permitimos o pé no chão literalmente, onde ela é fortalecida na sua essência. Despertando o sentimento de pertencimento e reconhecimento do seu eu. Estando conectada, proporcionando um aprendizado para a vida, que não é ensinado por ninguém. Fazendo descobertas que contribuirão para desenvolvimento da autonomia, enfrentamento de riscos que surgirem no seu cotidiano, se tornando confiante para ações perante adversidades da vida, em sua fase adulta. Transformando-as e Tornando-se um ser feliz verdadeiramente.

Conclusão

Partindo desses pressupostos aqui registrados, sabemos quantas contribuições o brincar com a natureza, proporciona para uma criança. Portanto se você tem um filho(a), sobrinho(a), amigo(a) ou encontrar uma criança, que tal oportunizar um momento de alegria e movimento do corpo? Seguem algumas atividades, como sugestões, para brincar na natureza. Com baixo custo ou algo que já tem em casa, rendendo muitos conhecimentos e experiências para a vida.

Importante lembrar que os elementos naturais devem ser usados os caídos no chão, para preservarmos o meio ambiente.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ð PIORSKI,Gandhy- Brinquedos do Chão: a natureza, o imaginário e o brincar-Ed. Peirópolis- 2016

ð Site-EDUCANDOTUDOMUDA.COM.BR-MACHADO,AnaLúcia Fundadora da Plataforma da http://www.educandotudomuda.com.br/ – focada em projetos educacionais de cuidados e de valorização da primeira infância e de reconexão da criança à natureza.

ð Centro de Referência em Educação Integral

ð Site- Programa Educação e Território

10 visualizações

Contate-nos:

+55 11 3255-4563  - contato@ipabrasil.org

Rua José Armando Affonseca, 103 (antiga Itambé, 341) 

Higienópolis - São Paulo, SP - 01239-001

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle

© 2016 IPA BRASIL. Criado por Andréia Luz via WIX.

ipa brasil, rede brincar, pelo direito de brincar, artigo 31 ONU, agentes do brincar, mediadores do brincar, agentes do brincar inclusivo, International Play Association, ipa world, direito da criança, estatuto da criança e do adolescente, marilena flores, janine dodge, ipa brasil