© 2016 IPA BRASIL. Criado por Andréia Luz via WIX.

Contate-nos: +55 11 3255-4563 * contato@ipabrasil.org

                      Rua José Armando Affonseca, 103 (antiga Itambé, 341) 

                      Higienópolis - São Paulo, SP - 01239-001

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle

ipa brasil, rede brincar, pelo direito de brincar, artigo 31 ONU, agentes do brincar, mediadores do brincar, agentes do brincar inclusivo, International Play Association, ipa world, direito da criança, estatuto da criança e do adolescente, marilena flores, janine dodge, ipa brasil

O mundo de Lili

TATIANE MARTINS

Em um bairro tão tão distante de Guarulhos, começa a história de Lili, a caçula de três imãs. Lili era amada por toda sua família e adquiriu desde pequena o gosto pelo lúdico da vida, junto de suas irmãs mais velhas.

A família dela se mudou para um bairro na zona norte de São Paulo, quando ela tinha apenas 5 anos, e logo recebeu uma grande surpresa, a chegada de sua primeira sobrinha.

A casa em que eles moravam era tão grande que ela podia andar de bicicleta, jogar bola, brincar de esconder, de bonecas e de tudo que pudesse ser divertido. As brincadeiras que Lili mais gostava era, andar com seu carrinho de rolimã (que seu pai havia feito), acertar bolinhas de gude uma na outra. Mas a favorita dela era deitar no quintal, olhar para as nuvens e imaginar coisas, como, formas, personagens, animais, comidas e tudo que sua cabeça conseguisse criar junto de uma de suas irmãs.

Nos finais de semana vivia rodada de seus primos e a brincadeira que não faltava, entre eles, era polícia e ladrão, pulando muros, subindo em árvores e se escondendo entre postes e carros que tivessem pela rua. Quando se cansavam, se transformavam em heróis e saiam por aí salvando o mundo. E como todo herói tem que ter sua identidade secreta e ter momentos comuns como qualquer pessoa, eles voltavam para “casa” e cuidavam dos seus afazeres. Uns iam trabalhar e outros para a escola. Lili como sempre era a professora da escola e sempre ensina matemática, a ler e a escrever e o seu maior sonho da vida era ser professora e ter sua própria escola.

Lili foi crescendo dentro do mundo da imaginação e do encantamento pela vida, passou por fases complicadas, como a separação de seus pais, mas sempre com alegria e otimismo.

Nessa época conheceu seu príncipe encantado e com ele fez planos de construir seu próprio reino. E nos momentos em que não estava com o príncipe, ela se ocupava brincando de Barbie com sua sobrinha, elas transformavam a sala na cidade das bonecas e as vezes o quintal.

Lili foi ficando mais velha e realizando seus planos e sonhos de infância, o primeiro foi fazer magistério. Nessa época ela foi muito feliz e descobriu que o criar, o inventar, o imaginar, o brincar eram fundamentais na vida dela. Ali ela inventou histórias, compôs musicas infantis, contou histórias, encenou peças teatrais e descobriu um mundo de brincadeiras que começaram a fazer parte da sua vida.

Ao terminar seu curso, conquistou junto de seu príncipe o primeiro reino e na sequencia seu emprego em uma escola infantil, começou então, colocar em prática tudo que aprendeu até aquele momento e a cada dia percebia que o universo infantil era onde ela realmente deveria estar.

Enquanto isso, dentro do seu reino, sempre arrumava tempo com o príncipe para se divertir, com jogos de tabuleiro, cartas e dominó, pois o príncipe sempre adorava se divertir com Lili. Uns anos mais tarde, tiveram um filho que cresceu dentro de um mundo criativo e cheio de descobertas. Lili sempre cantava, contava histórias e brincava com seu pequeno.

Passado alguns anos Lili percebeu que queria explorar mais o mundo e conquistar novos reinos por aí, e assim fez na companhia de seu filho sempre com alegria e otimismo, até mesmo nos momentos de dificuldade.

Na busca por novas conquistas, conheceu o dono de um reino bem próximo ao dela, se encantaram e tiveram um lindo menino. Também cantava músicas, contava histórias e brincava com ele e seu filho mais velho.

Lili com seus dois filhos sentiu-se forte e valente para realizar mais um sonho de infância e assim adquiriu sua própria escola conhecida por todos por Mundo da Tia Lili.

Lá ela colocou em prática tudo que acreditava ser importante para o desenvolvimento das crianças que ali estudavam. Ela apresentou uma proposta lúdica do aprender para todas as crianças daquele mundo. Ela realizou festas, fez amizades e conquistou tudo o que sempre sonhou. Mas o sonho precisou ser interrompido. Lili não satisfeita abriu seu espaço de recreação infantil, onde realizava atividades de contraturno escolar, realizava atividades nas férias escolares, nessa época descobriu o quanto o brincar era essencial na sua vida, na vida de seus filhos e de todos que a procuravam. O tempo passou e Lili teve que interromper mais uma vez suas atividades, dessa vez por motivo de saúde.

Anos mais tarde foi retomando suas atividades recreativas e dizem que ela anda vive inventando atividades em seu reino, com seus filhos e com todos aqueles que gostam de se divertir com ela. Em seu reino hoje em dia é cheio de crianças, lá eles realizam noites de pijama e se divertem com brincadeiras de todos os tipos que se possa imaginar. Dizem também que Lili está se aperfeiçoando e aprendendo mais sobre o brincar, para melhorar a cada dia suas atividades e um dia novamente ter seu espaço do brincar. Será o espaço mais divertido que se possa imaginar.

Mesmo adulta Lili ainda se diverte olhando as nuvens. E acredita que nunca vai parar de imaginar.

65 visualizações