Buscar

Um poema do brincar

- Bruna Lopes de Alvarenga -


Quando eu era criança adorava brincar de se esconder

Brincar de pega-pega então, nem se fala

Eu também adorava jogar de futebol

Ah como eu me divertia


Mas o futebol era o que eu mais gostava de fazer

Quando chegava da escola, já ia para a rua

Ficava até de noite

Não pensava em outra coisa


Na escola era do mesmo jeito

Só pensava em brincar e jogar bola

A Educação Física era a matéria que eu mais gostava

Foi assim que eu escolhi a querer ensinar

A partir dali eu percebi

O que era mais importante para mim

Aprender e ensinar

Da melhor forma possível



Os anos se passaram e quando comecei a faculdade

Resolvi fazer Educação Física

Meus pais achavam que não me daria um futuro

Então mudei de ideia


Optei pela faculdade de Fisioterapia

Mas no fundo o que eu mais queria

Era poder ser professora

Poder ensinar


Alguns anos se passaram

E eu percebi que a Fisioterapia

Não era o que ia me deixar feliz

Então deixei tudo para trás


Comecei a fazer a faculdade

A que eu sempre tive vontade

Assim que eu tive o primeiro contato

Vi que era o que eu sempre sonhei


Foi a partir daí que eu enxerguei a brincadeira de outra maneira

Não era só apenas diversão

Era muito além disso

É algo que estimula a sermos nós mesmos, de forma verdadeira


A cada matéria aprendida

Era uma sensação de missão cumprida

Por fazer parte de algo tão prazeroso

Poder ensinar algo tão valioso





O primeiro estágio

Foi uma mistura de sensações

Não sabia por onde começar

Mas o primeiro passo, foi somente auxiliar


Aprendi muitas coisas

Como me portar

Como lidar com diversas situações

E o melhor de tudo, repassar tudo aquilo que aprendi


Cada dia era um aprendizado diferente

Momentos bons e ruins

Que levarei como experiência

Sem me esquecer de cada momento


Depois de só auxiliar e observar as aulas

Passei por uma outra experiência

Ministrar as aulas

E assim começava uma nova etapa





Não fazia ideia por onde começar

Fiquei perdida

Mas aos poucos fui me adaptando

Com os alunos me identifiquei


Cada aula era uma descoberta

Brincadeiras e atividades

Eram essenciais para aquelas crianças

Que só queriam se divertir


Quase um ano se passou

E da escola tive que me despedir

Para seguir outros planos


Começar uma nova etapa


Vários cursos iniciei

E em um deles que eu pude notar

A real importância

Em ser um Agente do Brincar


Pude vivenciar várias situações

E aprender muito com elas

Participando e também brincando

Foi a melhor parte de tudo

Cada aula foi uma aprendizagem

De autoconhecimento

E também de esperança

Onde voltei a ser criança


Conheci muitas pessoas

E também aprendi com elas

A história de vida de cada um

E também de seus ideais


O curso me estimulou a fazer muitas coisas

Diferentes da minha rotina

Conhecendo alguns museus

Para brincar e adquirir novos conhecimentos


Enxergava o brincar de outra forma

Mas depois percebi

Que era muito além de só se divertir

Era criação de valores


Teve grande relevância

Na minha “bagagem” de conhecimento

Na minha autoestima

E na minha esperança

Através do brincar

A esperança renasceu

E o amor só cresceu

Em poder fazer o que sempre quis

Nunca imaginei


Que um dia poderia ter esse pensamento

De transmitir alegria e também conhecimento

E ao curso do Agentes do Brincar tem todo meu agradecimento. ”



129 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo