Buscar

Como brincar com as várias idades

- Claudia Santos Ferreira -


Agentes do brincar são pessoas que possuem conhecimento e habilidade, criando oportunidades para as crianças brincarem de forma livre, estas pessoas podem ser: jovens, pais, educadores, profissionais de diversas áreas, estudantes, voluntários, pessoas na terceira idade, sendo todos eles facilitadores oferecendo diversas brincadeiras lúdicas para crianças e adolescentes sem discriminação alguma. O Agente do brincar tem como propósito oferecer brincadeiras com muita diversão sem se prender em regras, a brincadeira pode se tranformar com a interação das crianças que possuem total autonomia em mudar o ritmo da brincadeira quantas vezes quiserem o importante é que todos se divirtam na situação e sejam felizes. Sendo o Agente do Brincar um mediador, ele pode atuar em qualquer lugar, mesmo enquanto desempenha outras profissões.

Podemos encontrar Agentes do brincar atuando em diversos locais como: escolas, brinquedotecas, acampamentos, centros comunitários, hospitais, projetos sociais, abrigos,projetos sociais , empreendimentos comerciais, parques e espaços públicos. Brincar é muito importante sendo fundamental na vida da criança e não opcional além de auxiliar no bom desenvolvimento de crianças e adolescentes é extremamente importante que o Agente do Brincar dissemine esta informação para as pessoas que possuem contato direto ou indireto com possíveis brincantes, enfim, o nosso público.

Crianças e adolescentes apreciam diversos tipos de brincadeiras e atividades, apesar de serem apresentadas por faixa etária podem ser oferecidas a diferentes idades isto dependerá do ritmo de necessidade e resposta interativa no momento da brincadeira. Assim trago aqui algumas sugestões para as diversas idades brincantes.


Para os bebês de 0 a 3 anos é importante brincar com o seu corpo: mãos, pés, cantar, esconder atrás de panos, lençóis, portas, imitar gestos e sons de animais domésticos,pular na cama ou rolar em superfície macia,objetos de diferentes texturas e tamanhos para tocar,brinquedos de puxar e de emitir sons, chocalho, brinquedos de movimento: triciclos, carros, bolas, correr de olhos fechados, brinquedos de construção, livros com figuras simples, fantoches, utilizar caixas de papelão, engatinhar, brincar na terra, areia, com outras crianças, dançar, imitar gestos de adultos e sons de objetos e animais.


Crianças de 3 a 6 anos adoram andar de bicicleta, correr, pular, dançar, cantar, brincar com terra, areia, massinha de modelar, brinquedos com movimento, imitar atividades de adultos,cantigas de roda,imitar os bichos, miniaturas de tudo que exista no seu cotidiano, ouvir histórias, vestir fantasias , quebra-cabeça, boneco, bonecas,jogos de regras simples, alguns brinquedos eletrônicos,desenhar, pintar, escalar, escorregar, balançar, conversar e interagir com outras crianças.


Crianças de 6 a 9 anos são fãs de movimento e desafios. O desenhar, pintar e expressar formas artísticas, jogos eletrônicos, brincadeiras espontâneas, atividades que estimulem autonomia e iniciativa,misturar ingredientes fazendo algumas receitas simples com na companhia de um adulto, construção de brinquedos com materiais recicláveis,jogos simples como: jogos de memória, dominós,bingos,livros de contos e livros que abordam temas que fazem aprender a se reconhecer e conhecer o outro, brincar com os amigos em casa ou em lugares públicos.


Crianças de 9 a 12 anos tem afinidade com brincadeiras de exercícios físicos participar de torneios,jogos eletrônicos, jogos competitivos, jogos com regras: dominó, dama, cartas, xadrez,jogos no computador,brincar com água e piscinas, jogos com bola: futebol, volêi, basquete, tênis,atividades artísticas como: teatro, dança e música, instrumento musical, assistir tv, cinema,ler revistas, confeccionar brinquedos, andar de bicicleta e skate.


Adolescentes de 12 a 18 anos gostam bastante de jogos como: mesas de bilhar, tênis de mesa, pebolim, quebra-cabeças complexos, cartas, jogos comerciais: banco imobiliário, desafios com aventura: caminhadas, escaladas, passeios artísticos: teatro, festivais, cinema, grupos de jovens, grupos de interesses em eletrônicos, planejar em grupo de jovens atividades lúdicas recreativas, dialogar expressando sua identidade e conhecer a identidade do outro, oportunidades em expressar suas preferências: musicais, roupas, livros,filmes, participar de comitês e comissões criadas e direcionadas a eles próprios.


Brincar além de ser um direito de todos, é uma Lei, devendo ser cumprida, na Legislação brasileira, pois a Constituição Federal em seu artigo 227 afirma que: " É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar comunitária, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar comunitária, além de colocá-los a salvo de toda a forma de negligência, discriminação, exploração,violência, crueldade e opressão ( Brasil, 1988).

Igualmente, o Estatuto da Criança e do Adolescente-ECA(Brasil,1990) preconiza no seu artigo 4º: " É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do Poder Público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade, à convivência familiar e comunitária". E no Artigo 16, parágrafo IV:" O direito á liberdade compreende os seguintes aspectos:...Brincar,praticar esportes e divertir-se".

Brincar além de ser um direito de todos, é uma Lei, devendo ser cumprida, na Legislação brasileira, pois a Constituição Federal em seu artigo 227 afirma que: " É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar comunitária, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar comunitária, além de colocá-los a salvo de toda a forma de negligência, discriminação, exploração,violência, crueldade e opressão ( Brasil, 1988).


Referências

Guia do Agente do Brincar (ipa brasil)

Guia Prático para Criar Oportunidades Lúdicas e Efetivar o Direito de Brincar( 1ª Edição).


63 visualizações

Contate-nos:

+55 11 3255-4563  - contato@ipabrasil.org

Rua José Armando Affonseca, 103 (antiga Itambé, 341) 

Higienópolis - São Paulo, SP - 01239-001

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle

© 2016 IPA BRASIL. Criado por Andréia Luz via WIX.

ipa brasil, rede brincar, pelo direito de brincar, artigo 31 ONU, agentes do brincar, mediadores do brincar, agentes do brincar inclusivo, International Play Association, ipa world, direito da criança, estatuto da criança e do adolescente, marilena flores, janine dodge, ipa brasil